Código de Ética

Os valores da Brasilata são claramente definidos e divulgados.

Apresentação

Este código de conduta tem por objetivo consolidar os princípios éticos que regem a família Brasilata, orientando as relações internas e externas.
As partes interessadas no negócio da Brasilata devem ter ciência deste código e observar estritamente seus termos, especialmente quando de negociações.

1. Diretrizes da Empresa

1.1 Visão

Permanecer entre as empresas mais rentáveis do setor, proporcionando aos acionistas, a longo prazo, uma adequada remuneração do capital investido.
Ser reconhecida globalmente como a empresa mais inovadora no segmento em que atua (General Line). Manter a liderança no mercado brasileiro.
Estar na vanguarda do conhecimento e desenvolvimento de pessoas, produtos, processos e formas de gestão.

1.2 Missão

Aumentar o valor da empresa através da excelência do retorno sobre os investimentos.
Estimular a criação de conhecimento e atuar globalmente na sua comercialização.
Desenvolver novas soluções de embalagens, predominantemente de aço.

1.3 Valores

O lucro é a forma de manter os acionistas interessados no negócio, desenvolvendo o crescimento da empresa. As realizações de uma organização são o resultado dos esforços combinados de cada indivíduo que pertence a ela. Todos são responsáveis pela lucratividade e dela se beneficiam, através da participação nos resultados.
Desenvolvimento e valorização da Mulher e do Homem Brasilata, através da administração participativa e da relação de emprego a longo prazo fundamentada no justo equilíbrio entre deveres e direitos.
Relacionamento de longo prazo com clientes, pautado pela confiança e coerência, através do fornecimento de produtos e serviços que atendam as necessidades e superem suas expectativas, tendo a inovação como forma de diferenciação e criação de valor.
Relacionamento de longo prazo, ético e coerente com fornecedores, a fim de obter insumos da melhor qualidade, a custos competitivos, com segurança no abastecimento.
Ser uma entidade ética e positiva nas comunidades em que atua, exercendo rigorosamente sua responsabilidade socioambiental.

1.4 Políticas de Gestão

1.4.1 Política de Administração de Pessoal

O Ser Humano é para a Brasilata um valor acima dos outros. A empresa escolheu, como estratégia competitiva, a criação de valor pela inovação, cuja única fonte são as pessoas.
Assim, a Mulher e o Homem Brasilata são os responsáveis diretos pelas ideias que dão origem às inovações. Cada colaborador(a) é, portanto, contratado com a função inventiva em sua plenitude e por essa razão é denominado(a) inventor(a).
A valorização da Mulher e do Homem Brasilata se dá pelo respeito, camaradagem, e orgulho que são consolidados pela estabilidade do quadro de pessoal.
Os canais de comunicação estão continuamente abertos pelo Projeto Simplificação onde todos podem expor suas ideias e reivindicações livremente e têm a garantia de uma resposta rápida.

1.4.2 Política de Saúde e Segurança

A empresa busca continuamente a segurança e bem estar dos seus inventores, investindo constantemente na melhoria da condição de trabalho e no treinamento. Para a Brasilata, segurança é prioridade e condição de emprego.
A legislação específica é cumprida com rigor absoluto, com comprometimento na melhoria contínua da gestão de saúde e de segurança do trabalho.

1.4.3 Política de Diversidade

A busca da diversidade é uma consequência direta da busca pela inovação. A empresa acredita permanentemente que "o sucesso vem muito mais da soma das diferenças do que da soma das igualdades”.
Assim, é estimulada a diversidade seja por sexo, cor, religião, idade, orientação sexual ou deficiência física ou mental.

1.4.4 Política da Qualidade

A Brasilata tem como objetivo fornecer produtos e serviços que atendam as necessidades e superem as expectativas dos clientes.
A empresa busca a eficácia de seu Sistema de Gestão da Qualidade pela melhoria contínua de seus processos, apoia os novos estilos de administração e as mudanças de tecnologia.
As decisões são tomadas para que haja o fortalecimento da relação de longo prazo com acionistas, funcionários, clientes, fornecedores e comunidade.
São realizados treinamentos de forma continuada com todos os funcionários para capacitá-los.
O nosso pessoal é administrado com o intuito de tornar cada colaborador um parceiro nos objetivos da organização.

1.4.5 Política Ambiental

A Brasilata como indústria de transformação, ciente dos possíveis impactos que pode causar ao meio ambiente e da sua responsabilidade em promover o desenvolvimento sustentável, tem como política prevenir a poluição através do controle e de seu processo produtivo, cumprindo rigorosamente a legislação ambiental vigente.
De outra forma, por meio da melhoria contínua, busca constantemente a redução do consumo de recursos naturais, matérias primas e energia.

2. Compromisso Ético da Empresa

2.1 Relações com Partes Interessadas

São consideradas partes interessadas pessoas jurídicas controladas, controladoras ou coligadas da Brasilata, e pessoas físicas que forem membros da administração com poder de decisão e/ou seus familiares. Nessas situações, ocorre conflito de interesse, pois o processo decisório sobre o tema pode resultar em um ganho para essas partes relacionadas ou para terceiros, com os quais estejam envolvidos e interfere na capacidade de julgamento isento. Em tal circunstância, o administrador deve declarar-se impedido de deliberar sobre o tema, e abster-se da decisão.
O relacionamento da Brasilata com suas diferentes partes interessadas deve se basear sempre na honestidade, integridade e transparência, sendo as políticas compatíveis com os valores da companhia.

2.2 Relações com Acionistas

A Brasilata busca a adequada remuneração do capital investido, para manter os acionistas interessados no negócio. Os princípios da boa governança corporativa são perseguidos.
Apesar de ser uma empresa familiar com pequeno número de acionistas, os relatórios financeiros procuram seguir as normas das companhias abertas, até para facilitar um eventual lançamento público de ações.

2.3 Relações com Clientes

A busca pela satisfação e superação das necessidades dos clientes se dá pela relação de longo prazo pautada pela inovação, pela qualidade nos produtos e serviços, e pela pontualidade da entrega.

2.4 Relações com Fornecedores

A Brasilata busca um relacionamento de longo prazo com seus fornecedores privilegiando a qualidade e a garantia de fornecimento, nas condições de mercado e pautado sempre pelas mesmas condições que tem com seus clientes.

2.5 Relações com os Inventores (Funcionários)

O relacionamento de longo prazo com os inventores é pautado pelo cumprimento de direitos e deveres.
A liberdade de expressão é valorizada oficialmente pelo Projeto Simplificação. O canal de comunicação com as chefias é permanentemente aberto.
Tolerância a erros: a inovação não acontece sem erros, por isso a empresa considera que os custos dos erros bem intencionados, desde que reconhecidos, são partes das despesas de treinamento.

A cada trimestre, a Diretoria comunica em reunião presencial para todos os inventores, a situação econômica financeira da empresa.

2.6 Relações com a Sociedade

A Brasilata cumpre rigorosamente as leis, especialmente no que se refere aos impostos, apesar da elevada carga tributária vigente no Brasil.
A sonegação não é admitida, o que poderia levar a empresa a concorrer em desvantagens em alguns mercados. A Brasilata prefere não disputar tais mercados.

3. Compromissos Éticos dos Inventores

3.1 Compromisso com a Inovação e Melhoria Contínua

A empresa espera de todos os seus inventores que se comprometam com a inovação e com a melhoria contínua na busca tanto da diferenciação do produto quanto da eficiência dos processos. O Projeto Simplificação é o canal por onde fluem as ideias e os registros das melhorias executadas.

3.2 Compromisso com a Preservação dos Ativos

Além dos cuidados óbvios com a preservação dos ativos tangíveis da empresa (recursos financeiros, estoque, máquinas, equipamentos e edificações) espera-se um cuidado especial com os ativos intangíveis (conhecimento).
A Brasilata investe muito em inovação, em treinamentos e capacitação de seu pessoal e na geração de conhecimento. Assim, a divulgação não autorizada de conhecimento interno bem como as informações sigilosas que possam ser usadas por terceiros é considerada um grave desvio de conduta.

3.3 Compromisso com os Colegas de Trabalho

Tratar com respeito e educação os outros inventores. O constrangimento de um inventor é considerado falta grave. É particularmente intolerável qualquer tipo de assédio sexual e assédio moral.

3.4 Trabalho em Equipe

A Brasilata valoriza o trabalho em equipe e os grupos informais e têm no Projeto Simplificação um canal privilegiado para transmitirem as suas ideias e os registros das melhorias executadas.

3.5 Relações com Clientes

Satisfazer e superar as necessidades dos clientes é o objetivo estratégico da Brasilata.
Os clientes devem ser atendidos com atenção e cortesia, e as informações devem ser verdadeiras, claras e transparentes.
Despesas com clientes relacionadas a refeições, transporte, estadia ou entretenimento são aceitáveis desde que justificadas por motivo de trabalho, dentro de limites razoáveis.

3.6 Relações com Fornecedores

A relação com fornecedores deve ser leal e de longo prazo dentro dos princípios de mercado.
Brindes e presentes só podem ser aceitos desde que tenha valor comercial não superior a R$ 200,00 (duzentos reais). Acima disso devem, em princípio, serem comunicados ao Comitê de Ética, e, caso reprovados, devolvidos com agradecimento e explicações.
A contratação de fornecedores da empresa para serviços particulares devem ser previamente comunicada ao Comitê de Ética.

3.7 Relação com Concorrentes

A competitividade da Brasilata deve se dar pela diferenciação e excelência de seus produtos e serviços e não pelo desmerecimento de seus concorrentes.
Assim, não devem ser feitas declarações verbais ou escritas que possam denegrir a imagem dos concorrentes, devendo o concorrente ser tratado com o mesmo respeito com que a Brasilata espera ser tratada.

3.8 Conflito de Interesses

Um conflito de interesse ocorre quando o inventor possa tomar ou influenciar uma decisão da Brasilata que resulte em algum ganho pessoal para si, membro da família ou amigos.
Na eventualidade de um conflito de interesse, a atitude esperada é que o inventor se declare impedido ou comunique o fato ao Comitê de Ética que deverá se comunicar ou não pelo impedimento do inventor.

4. Comitê de Ética

4.1 Atribuições
Caberá ao Comitê de Ética da Brasilata–CEB julgar os casos de violação do Código de Ética e determinar as eventuais ações disciplinares.

4.2 Composição

O CEB é composto pelo CDE–Comitê Diretivo Executivo e pelo Coordenador Geral do Nosso Pessoal–CGNP. Nas avaliações de possíveis violações de conduta, fará, também, parte do Comitê de Ética, o gerente responsável pela área onde trabalha o inventor.

4.3 Contato

4.3.1 Verbal

Contato verbal a qualquer dos membros do CDE.

4.3.2 Mensagem Eletrônica

Envio de mensagem eletrônica para o endereço cde@brasilata.com.br.

4.3.3 Ideia Anônima

Envio de ideia anônima pelo sistema do Projeto Simplificação.

4.3.4 Canal de Denúncia
O canal de denúncia pode ser acionado através de ideias anônimas, pelo link http://intranet.brasilata.com.br/new_psimp onde qualquer tipo de irregularidade ou insatisfação pode ser relatada. Todas as ideias anônimas são direcionadas ao presidente do Conselho Administrativo, que analisa e direciona aos responsáveis para verificação e tomada de decisão.